Cera do Ouvido (Cerúmen)

O cerúmen do ouvido é produzido, tanto por humanos quanto por animais, no conduto auditivo, que está localizado na orelha externa.

Ele é necessário aos nossos ouvidos por ser uma barreira de proteção, mecânica e química, do conduto auditivo externo o qual é uma estrutura exposta ao meio ambiente.

Ele é produzido por glândulas sebáceas do conduto, constantemente, da parte mais interna para o exterior. Este é o motivo pelo qual não há necessidade de limpeza diária do mesmo. Após o banho, basta secar com a toalha.

O cerúmen é formado por queratina (descamação da pele do conduto e gordura (ácidos graxos). Possui propriedades protetoras, como a presença de anticorpos, impermeabilidade à água e ph ácido. Tem enzimas (lisozima) capaz de destruir bactérias.

Sua consistência pegajosa impede a entrada de corpos estranhos e serve como lubrificante, evitando ressecamento e lesões do conduto. Ao ser produzida, ela é clara e após torna-se escurecida porque sofre oxidação.

Algumas pessoas produzem cerúmen em excesso o que não deve ser visto como uma doença, mas como uma característica da pessoa. Este excesso pode provocar a formação das “rolhas de cera”. Estas também podem acontecer com pessoas que apresentam estreitamento ou tortuosidade do conduto. Nestes casos, uma consulta regular (não há um tempo definido) com o otorrinolaringologista será necessária para limpeza.

O acúmulo de cerúmen pode provocar coceira, diminuição da audição, sensação de “ouvido cheio“, desconforto (não necessariamente dor), zumbido e até tontura.

A remoção do cerúmen poderá ser feita pelo otorrinolaringologista com água ou com o uso de instrumento delicado chamado cureta, sendo esta última sendo realizada quando o cerúmen está endurecido e o paciente não fez uso de ceratolítico (medicamento que “amolece “ o cerúmen).

Evitar o uso de hastes de algodão dentro do conduto é a melhor forma de manter a boa saúde da sua orelha externa.

Para aqueles que fazem uso de aparelhos auditivos, uso de EPI (equipamento de proteção individual), fones de ouvidos intra-articulares diariamente, a remoção do cerúmen poderá ser necessária mais frequentemente.

Parcerias com empresas da região em consultas e exames