Arroz e feijão: sabe por que essa combinação é tão nutritiva?

A brasileiríssima e tradicional combinação de arroz com feijão é um prato simples, mas muito saboroso e um pacote completo de nutrientes! O arroz é fonte de carboidrato e o feijão é fonte de proteína vegetal e ferro. Além das vitaminas do complexo B, cálcio, magnésio e das fibras presentes nessa dupla.

O arroz e o feijão se completam no aspecto nutricional, pois os aminoácidos que um não tem o outro possui. O arroz é rico em metionina e deficiente em lisina. Já o feijão é rico em lisina e deficiente em metionina. Ambos, a metionina e a lisina são aminoácidos essenciais, pois o nosso organismo não produz e precisam ser obtidos através da dieta. Isso torna essa combinação uma ótima fonte de proteína. Além do aporte de fibras que promovem uma maior saciedade, de carboidratos complexos fornecendo energia e vitaminas essenciais para o dia a dia.

O tipo de arroz mais recomendado é o integral, por ser rico em fibras e vitaminas. Enquanto o arroz branco passa por um processo de polimento, perdendo as fibras e a maioria das vitaminas, sendo rico somente em amido, o que diminui seu valor nutritivo.

Algumas pessoas relatam incômodos gastrointestinais como flatulências e distensão abdominal ao consumir o feijão. Mas, isso não pode ser um motivo para tirar do dia a dia esse alimento tão nutritivo. Uma forma de amenizar esses sintomas é deixando o feijão de molho por no mínimo 12 horas (sendo o ideal 24 horas) e trocar a água de 3 a 5 vezes nesse período. Dessa forma, reduz a fermentação dos carboidratos não digeríveis como os oligossacarídeos que são responsáveis pela formação de gases e geram tais desconfortos. Além de reduzir os antinutrientes presentes naturalmente nas leguminosas, como o fitato que dificulta a absorção do ferro e de outros minerais.

Agora que você já sabe, coloque mais arroz e feijão no seu dia!

Parcerias com empresas da região em consultas e exames