Otorrino

O médico otorrinolaringologista e aquele que cuida e trata das doenças que envolvem os ouvidos , nariz e garganta, de idosos, adultos e crianças. O tratamento pode ser clínico ( com medicações e terapias ) ou cirúrgico. O médico otorrino, na sua prática diária, trata das doenças como rinite, sinusite, polipose nasal, desvio de septo, amigdalites, diferentes doenças da boca , ronco e apneia, disfonia (rouquidão), Tonturas, zumbidos entre outras. Muitas das doenças otorrinolaringologicas requerem conhecimento pelo profissional além de sua especialidade ( diabete, hipertensão arterial, entre outras) o que faz da otorrinolaringologia uma especialidade que pode ser considerada completa.

 

Neuro

Neurologia é a especialidade médica que trata as doenças do sistema nervoso, composto pelo cérebro e os nervos que se distribuem por todo o corpo. Uma vez que o cérebro envia e recebe informações (através dos nervos) de todas as partes do corpo, as doenças neurológicas podem se manifestar de diversas formas, tais como: perda de força, dificuldade de equilíbrio, dor de cabeça, dificuldade para falar e compreender o que é falado pelas outras pessoas, dificuldade para caminhar, alterações dos sentidos (tato, olfato, visão, audição e paladar). Algumas doenças tratadas pelo neurologista são: dor de cabeça, epilepsia, acidentes vasculares cerebrais (derrames), doença de Parkinson, demências.

 

Fono

O fonoaudiólogo é o profissional responsável pela prevenção, avaliação, diagnóstico, orientações e terapia dos aspectos: auditivos, fala, linguagem oral, linguagem escrita, voz e dos sistemas miofuncional (mastigação, deglutição e respiração).

 

Nutrição

A nutrição estuda a composição dos alimentos e as necessidades nutricionais de cada pessoa em todos os momentos da vida, ou seja, do bebê ao idoso e inclusive de atletas e amantes de atividade física. Como nutricionista valorizo e priorizo uma alimentação simples e mais natural possível, respeitando a rotina e valores culturais de cada um. Durante os atendimentos trabalho com a abordagem comportamental, pois entendo a importância e o impacto que o ato de comer tem na vida social, emocional e na saúde. Associando técnicas da nutrição comportamental para que as metas e os objetivos definidos em conjunto sejam alcançados. Não sou a favor de dietas restritivas e proibições alimentares, exceto casos de doenças específicas. Trabalho com a reeducação alimentar como instrumento para a prevenção e controle de doenças e melhora na qualidade de vida.

 

Assista nossas Palestras de Saúde

Inscreva-se e garanta sua vaga!

Palestra

Veja algumas palestras realizadas