Já ouviu falar em processamento auditivo central?

“Ouço bem, mas não entendo”

“Preciso ler mais de uma vez para compreender”,

“Tenho dificuldade em me concentrar”

“Dificuldade em interpretar textos e desenvolver na escrita”

Esses são alguns dos sintomas de quem está sofrendo da desordem do processamento auditivo central (DPAC).

O processamento auditivo central (PAC) é a capacidade que o sistema nervoso tem para receber e traduzir as informações enviadas pela audição.

As causas mais comuns são: genética, outros distúrbios neurológicos e lesões neurológica.

A avaliação é feita por um fonoaudiólogo da área audiológica que faz a testagem do paciente dentro de uma cabina acústica, onde é colocado fones auriculares através dos quais são aplicados testes padronizados por faixa etária.

Os testes podem ser aplicados a partir dos 5 anos com a finalidade de identificar possíveis alterações e já iniciar os estímulos. Mas o diagnóstico de alteração do processamento auditivo central é dado a partir dos 8 anos.

Com o treinamento auditivo adequado é possível minimizar ou reverter os sintomas. O treinamento é feito por fonoaudiólogo.

Parcerias com empresas da região em consultas e exames