Você sabe o que é vegetarianismo?

O vegetarianismo é uma escolha alimentar e qualquer pessoa pode aderir! Ser vegetariano é ter como princípio base excluir todo tipo de carne da alimentação. Não importa a origem, seja carne de boi, frango, porco, cabrito, peixe, frutos do mar e qualquer outro tipo que ocasione a morte de algum animal. Esse tipo de alimento não faz parte do dia a dia de um vegetariano. E, em alguns casos, além de não consumir carne, também há a exclusão do consumo de leite e derivados, ovos e outros alimentos de origem animal, como o mel. São diversos os motivos que levam alguém a seguir esse tipo de alimentação. Pode ser por questões ambientais, éticas, saúde, compaixão aos animais, espiritualidade, entre outras.

Dentro do vegetarianismo, existem diferentes tipos de classificação que geram certa confusão. O que diferencia essa classificação é o consumo ou não de algum derivado animal.  Para facilitar, vamos falar sobre eles logo abaixo:

Vegetariano estrito não consome nenhum derivado animal (laticínios, ovos, mel e qualquer produto que o inclua entre seus ingredientes, como gelatina e colágeno);

– Lactovegetariano não consome ovos, mas faz uso de leite e laticínios;

– Ovovegetariano utiliza ovos em sua dieta, mas não consome laticínios;

– Ovolactovegetariano inclui ovos, leite e laticínios em sua dieta. É o padrão mais comum.

Vegano é vegetariano estrito que, também, não utiliza componentes animais como vestimentas de lã, couro, seda e produtos testados em animais. É um estilo de vida que busca excluir, na medida do possível e praticável, todas as formas de exploração e tratamento cruel de animais na alimentação, vestuário ou qualquer outra finalidade.

É importante ressaltar que é uma dieta segura e pode ser seguida por qualquer pessoa, independentemente da idade ou momento de vida. A American Dietetic Assossiation (ADA), afirma que uma alimentação sem carne ou produtos de origem animal, quando bem planejada, é segura e atende, perfeitamente, às necessidades nutricionais em qualquer fase da vida: do bebê até o idoso, incluindo gestante e lactante. Não há deficiência de proteína ou de minerais como ferro, cálcio e zinco. O único nutriente que pode ser insuficiente em uma alimentação vegetariana estrita ou vegana, é a vitamina B12 e que, talvez, seja necessária a suplementação.

Diante disso, é importante destacar que o fator que determina se a sua dieta é saudável e equilibrada, é ser planejada com a qualidade e quantidade de alimentos que você necessita diariamente. É isso que tornará sua alimentação adequada ou não, independentemente de ser vegetariana ou com alimentos de origem animal.

Parcerias com empresas da região em consultas e exames